parent nodes:

AlbertoSantos.org       Capa   |   direito   |   filosofia   |   resenhas   |   emap   |   mapa   |   Busca



Rachel de Queiroz (1910-2003), cearense de Fortaleza, primeira mulher na Academia Brasileira de Letras, militou no Partido Comunista e depois foi fundadora da ARENA. Ganhou os prêmios Camões, Jabuti, Juca Pato, APCA, Machado de Assis e a Ordem do Infante D. Henrique. Foi romancista, contista, jornalista, tradutora. Tornou-se uma celebridade literária aos 19 anos.




LITERATURA | RESENHA
O QUINZE: UMA RESENHA
A grande seca de 1915 serve de pano de fundo e pretexto para um delicado estudo da alma humana e da condição da mulher brasileira no começo do séc.XX


04 junho 2017 | comente


Abaixo segue uma resenha ilustrada que preparei para o livro de Rachel de Queiroz, primeira mulher a integrar a Academia Brasileira de Letras, e uma das maiores escritoras que tivemos (e tivemos várias excelentes, como Lygia Fagundes Telles, Clarice Lispector). Rachel publicou essa obra quando tinha apenas 19 anos, o que só faz crescer o respeito que a obra em si já justifica. Há uma breve biografia de Rachel aqui.

“E esses livros prestam para moça ler, Conceição? No meu tempo, moça só lia romance que o padre mandava...”.
Para baixar o PDF com o texto completo, em vez de lê-lo nessa telinha apertada, clique aqui. Ou, se preferir, você pode ver a apresentação abaixo em tela cheia; basta clicar em qualquer parte do primeiro slide, e depois teclar Control + Shift + F. Para voltar aqui, depois, basta teclar Esc.




Páginas que tratam do tema ^: